LIVRO | Correr

CORRER: o exercício, a cidade e o desafio da maratona
Autor: Drauzio Varella
Editora: Companhia das Letras
2015

Taí um bom livro pra corredor ter na cabeceira. Mesmo os que ainda não encaram uma maratona.

Que tal uma leitura intervalada? Drauzio Varella, que dispensa apresentações, dividiu seu livro sobre corrida quase como um treino. O Drauzio maratonista começa apresentando histórias pessoais nas maratonas, percepções sobre as cidades, treinos e, entre um capítulo e outro, o Drauzio médico explica sobre lesões, hiponatremia, insolação e tudo o mais a que um atleta está sujeito nas pistas de corrida. É um ótimo livro pra consultas, principalmente para quem está iniciando essa vida de corredor.

Drauzio começou a correr aos 50 anos e conta isso de forma leve e divertida. Quem já encara uma maratona vai se identificar. Quem ainda não corre tamanha distância vai se empolgar com os relatos sensíveis e apaixonados dele pelo esporte. Ele conta que já nos primeiros treinos sentiu o impacto do exercício no seu dia a dia, como maior fôlego e disposição para enfrentar as atividades diárias. “O ganho mais surpreendente, porém, veio do lado psicológico. A sensação de paz que se instalava no fim das corridas deixava rastros pelo resto do dia… Consegui controlar melhor a ansiedade… ganhei serenidade”, diz ele.

Maratona. E uma correção histórica

Lembra que você aprendeu que o ateniense Fidípides percorreu 42km, em seis horas, para pedir ajuda ao exército de Esparta e combater os persas? Que essa batalha aconteceu em Maratona e por isso hoje a competição se chama maratona e tem 42km? Pois é, o Dr. Dráuzio foi beber direto na fonte – Heródoto –  e descobriu que a distância percorrida por Fidípides foi de 225km, em dois dias. Isso faz dele, na verdade, o primeiro ultramaratonista da história.

Olha só quanta coisa boa pra aprender aqui. Numa agradável leitura intervalada.

São muitos relatos de maratonas pelo mundo e também pelo Brasil. O texto de Drauzio é fluido, rico em informações e agradável até para quem não corre. Vale ter a publicação na cabeceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *